Toledo: Capital Espiritual da Espanha

Diego Canhada - 25/09/2016

Toledo é uma das cidades mais visitadas da Espanha, tombada como patrimônio da humanidade pela UNESCO e possui uma importância ímpar na história. A cidade é capital da comunidade autônoma de Castilla-La Mancha, foi cidade importante para várias culturas e palco de inúmeras disputas ao longo do tempo.

Lá já se estabeleceram, só para citar alguns exemplos, visigodos, romanos e árabes, cada um deles deixando sua influência e suas marcas em diferentes épocas. Na imaginação literária do maior nome das letras espanholas, Miguel de Cervantes, foi ali pelos arredores que andaram Don Quixote de La Mancha e seu fiel escudeiro Sancho Pança.

Conhecida como Capital Espiritual da Espanha, Cidade Imperial e Cidade das Três Culturas, é um dos únicos lugares no mundo onde cristãos, judeus e muçulmanos conviveram lado a lado, tanto que é possível encontrar mesquitas, igrejas e sinagogas muito próximas umas das outras. Entretanto, na queda de braço que se instalou, os cristãos foram vitoriosos e a cidade transformou-se na representante da Igreja Católica no país.

Na época da Conquista da América, era a capital do Reino de Castilha. No auge do seu poder, centralizava o governo real e católico de um território que incluía a Espanha, os Países Baixos, a Áustria, vários estados italianos, parte da Alemanha e França, além das possessões no continente americano. Madrid, por exemplo, só tornou-se capital da Espanha em 1561.

A cidade possui até hoje inúmeros monumentos das variadas culturas que ali floresceram e pedaços de história em cada esquina. Um dos moradores da cidade – que nos deu uma aula de história – afirma que é a segunda cidade no mundo mais densamente povoada por monumentos históricos e religiosos. Como se não bastasse, está bem próxima a Madrid e possui uma culinária famosa em todo país: há cartazes por toda cidade dizendo que a cidade é a capital gastronômica da Espanha.