México, Guatemala e Belize: atrações indescritíveis em uma só viagem!

Diego Canhada - 26/09/2017
México, Guatemala e Belize

Desde que conheci o território ocupado pelos incas no Peru e Bolívia, a curiosidade que eu tinha pelas mais avançadas civilizações que habitavam o continente americano antes da chegada dos europeus só aumentou. Em 2014 surgiu a oportunidade e parti para um mochilão de aproximadamente duas semanas pelo México, Guatemala e Belize. Naturalmente, pelo tempo limitado, escolhi a dedo determinados locais que eram chave para o que eu queria conhecer, tendo como base algumas leituras e dicas de alguns amigos que recém haviam feito uma viagem similar.

México, Guatemala e Belize: Cidade do México

México, Guatemala e Belize: Cidade do México e Ruínas de Teotihucán

Comecei pela Cidade do México, de onde cheguei voando de São Paulo. Me hospedei em um hostel no coração do centro histórico, praticamente ao lado de El Zócalo, a principal praça da cidade e conhecida por ser uma das maiores do mundo. Nos dias em que estive na cidade, além das andanças típicas pela região regadas por boas tequilas, tacos al pastor e outros elementos de uma gastronomia mundialmente famosa, o mais marcante foi a visita à Catedral Metropolitana da Cidade do México: considerando o interior da mesma, talvez seja a mais bela igreja que vi na América Latina.

Bacana também é a Praça das Três Culturas, onde se vê no mesmo local as ruínas da civilização asteca, do período colonial e do México moderno. Vale lembrar que atualmente a Cidade do México é a segunda cidade mais populosa da América Latina, atrás apenas de São Paulo, e também era exatamente onde ficava a cidade mais importante dos astecas. Nesse sentido, a cidade é repleta de atrações para todos os gostos.

 México, Guatemala e Belize: Ruínas de Teotihuacán

Para completar esse primeiro trecho da viagem, contratei um tour para conhecer as Ruínas de Teotihuacán, que fica há uns 80 quilômetros da capital. Essa foi uma das maiores cidades pré-hispânica mesoamericana, que já havia sido abandonada muito antes da chegada dos espanhóis. Um lugar incrível, com pirâmides magníficas, cheio de história, mitos e lendas. E onde pude comprar belas miniaturas que representam as divindades de Teotihuacán e que hoje decoram nosso apartamento em Madrid.

México, Guatemala e Belize: Antígua

México, Guatemala e Belize: Antígua, Lago Atitlán e Ruínas de Tikal

Da Cidade do México voei diretamente para Cidade da Guatemala. Chegando ao aeroporto, peguei uma van diretamente para Antígua, uma cidade colonial encantadora! Um local bastante turístico, com várias opções gastronômicas bacanas, mas ao mesmo tempo bastante calmo e tranquilo. O tipo do local para caminhar por ruas que respiram história e relaxar completamente.

México, Guatemala e Belize: Lago Atitlán

De Antígua para um dos pontos altos da viagem: o Lago Atitlán, uma das maiores atrações turísticas do país e considerado um dos lagos mais lindos do mundo. Um lago vulcânico cheio de pequenos povoados e rodeado por três grandes vulcões. Com uma dica fantástica que recebi, acabei indo para uma pousada chamada La Casa del Mundo, que até hoje é hospedagem em que mais gostei de ficar: um quarto isolado em forma de uma pequena casinha, com uma varanda incrível com vista para o lago e seus imponentes vulcões. A pousada é totalmente integrada à natureza, construída nas rochas que rodeiam o lago e com muitas saídas para nadar. Como se não bastasse, um atendimento fantástico, um restaurante de primeira e uma concepção super bacana de sustentabilidade: realmente um local mágico que não dá vontade de sair.

México, Guatemala e Belize: Ruínas de Tikal

Do Lago Atitlán para Isla de Flores, uma ilha-povoado em outro lago e que é ponto de acesso para uma das grandes estrelas de toda a viagem, as Ruínas de Tikal. Em um tour que sai pela madrugada se chega a uma gigantesca cidade antiga, que já foi a maior da civilização maia e que é encravada em uma floresta selvagem. Além de toda a experiência mística, cultural e histórica de estar nessas ruínas, há o contato muito próximo com muitos tipos de animais em completa liberdade, inclusive onças, crocodilos e macacos. Sem dúvida, das maiores experiências da minha vida e que foi um contraste de peso aos meus momentos na belíssima Machupicchu.

México, Guatemala e Belize: Caye Caulker

México, Guatemala e Belize: Caye Caulker

Em Isla das Flores comprei um ticket que me levava diretamente a Caye Caulker, uma ilha caribenha em Belize, um curioso e pequeno país de língua oficial inglesa. Após um translado que envolve trem, van e em que se finaliza pegando um barco na capital do país, se chega a esse lugar paradisíaco e que parece uma espécie de Jamaica, mas com algo muito especial: a segunda maior barreira de corais do mundo está na frente da costa de Belize.

Além da beleza do mar caribenho, do ambiente completamente paz e amor da ilha, com lagostas sendo vendidas em restaurantes do povoado por preços irrisórios, lá tive o dia que até hoje considero o mais feliz da minha vida: fiz um snorkel em alto mar e foi uma experiência indescritível, vendo de perto peixe-boi, tubarões, tartarugas-marinhas, peixes e corais de todas as cores. Algo que me emociona só de lembrar. Se eu sempre amei o mar, lá foi onde ele me proporcionou a experiência mais fascinante que eu poderia ter nessa vida. Caye Caulker realmente merece a pena ser visitado.

México, Guatemala e Belize: Tulum

México, Guatemala e Belize: Tulum, Cenotes e Isla Mujeres

De Caye Caulker, após outra viagem se utilizando de vários meios de transporte e um susto na entrada do México, cheguei a Tulum, já no Caribe mexicano. Além de uma praia quase imbatível, que me fazia ficar no mar até escurecer, lá você encontra ruínas de outra cidade maia na beira da praia: uma paisagem alucinante! Essa região do México, conhecida como Península de Yucatán, é um sonho: inúmeras praias em que é possível ver até tartarugas-marinhas no raso em algumas delas, um astral super bacana e gente do mundo todo. Lá você entende porque há muitos viajantes apaixonados pelo México, que é um dos países que mais recebe turistas no mundo, com números muito superiores ao que recebemos no Brasil.

México, Guatemala e Belize: Cenote dos Ojos

Além de dias e dias em praias paradisíacas e várias possibilidades de conhecer outras ruínas maias, outra grande experiência foi conhecer e mergulhar no Cenote Dos Ojos. Cenote é uma espécie de caverna de água e nessa região existem vários. É possível fazer mergulho com cilindros em algum deles, mas eu me contentei com mais um snorkel. A cor azul brilhante e transparente em um cenote é algo que poucas vezes eu vi na vida, é um verdadeiro espetáculo da natureza.

México, Guatemala e Belize: Isla Mujeres

Ainda na Península de Yucatán, antes de pegar o vôo de retorno em Cancun, fui a uma ilha no caribe mexicano chamada Isla Mujeres. O local possui uma estrutura turística muito mais desenvolvida que Caye Caulker, mas ainda assim é bastante rústico, com possibilidades de banhos de mar incríveis e noites super agradáveis nos bares e restaurantes da ilha.

Por fim, já na Cidade do México novamente, ainda deu tempo de fazer uma edificante visita ao Museu Nacional de Antropologia: uma verdadeira aula sobre essas civilizações antigas que eu tanto queria conhecer e que me ajudou a compreender um pouco do que eu tinha visto na viagem. Até hoje é um dos meus museus favoritos.  Enfim, uma viagem de sonhos que eu altamente recomendo, que merece ser repetida e que tudo indica que um dia será, dessa vez com a mini-deusa!

Algumas fotos desta viagem: